sexta-feira, 12 de junho de 2009

dica 019 - Gostar do Cirque du Soleil

Na concepção do médio-classista, nada que tenha custado muito dinhero pode um dia ser chamado de "brega". Tampouco algo cujo nome se escreva em francês. Eis a fórmula para transformar toda uma classe em consumidora do seu produto.
O Cirque du Soleil é o entretenimento dos sonhos da Classe Média: não é do Brasil, não é pra pobre, não requer pensamento crítico, passa a quem não conhece a noção de cultura...
Ir a este evento, do ponto de vista social, também significa a chance de exibir vestimentas, calçados e acessórios, bem como a chance de ser fotografado e parar em alguma coluna social. E não se pode esquecer que o médio-classista que vai ao Cirque frequentou o mesmo ambiente que diversas celebridades.

Portanto, nobre aprendiz de médio-classista, no dia seguinte à apresentação, comente em voz alta no trabalho que você esteve no Cirque du Soleil. Seus colegas diretos sentirão inveja, e aqueles de funções mais baixa o respeitarão.

21 comentários:

Rodrigo Cardia disse...

Bah, Pierre, te superaste nesse post e no anterior! Estão sensacionais!

Abraços

Anônimo disse...

e essa merda ainda leva grana da lei rouanet. hahahaa

excelente blog:) Tava precisando ler algo assim hoje...

Josi disse...

hahaha
po, Cirque du Soleil é massa.
Mas pode ir de tênis em qualquer espetáculo. Só no Brasil tem que usar a roupa de missa.

mariana disse...

Um amigo bem definiu o Cirque du Soleil: "nado sincronizado sem água". haja.

Juliano Berquó disse...

Acabei de descobrir o blog.. não consigo parar de lê-lo!
Cada texto mais foda que o outro!
Eu vejo meus primos concursados nojentos daqui de Brasília em cada um de seus posts..
Infelizmente, vejo um pouco de mim também. Mas luto pra ter consciência suficiente pra transformar algo, sei lá.

Parabéns!

aurisson disse...

Pô, Cirque du Soleil é legal! Tudo bem que virou diversão cara, mas o conceito de modernização do circo é muito bom. Se bem que a crítica é mesmo válida, tipo aquele burguês que cochila na apresentação de uma filarmônica.

Heloisa disse...

Cirque de Soleil é meio fora da realidade da classe média, nop? Mas enfim, ótimo blog!

R/T disse...

Mais outra que descreve a tia cirada no post abaixo

Ah, e faltou sabe o que ? "ivete sangalo" e "chiclete com banana"

Anônimo disse...

Tá bom!! eu te empresto uma grana pra vc poder ir..não precisa chorar!!

FaNa disse...

ah, eu fui ao cirque, mas não com roupas caras e nem sapatos com assinatura de gente famosa, até porque não fazem meu tipo.
também não fui fotografada por lá e nem saí em colunas sociais.
fui simplesmente por pura diversão!

Hamanndah disse...

Não gosto de Circo, de modo geral. mas se gostasse tanto eu poderia ir ao Cicle de Soiler quanto a qualquer outro mambembe.

Quando eu quero me divertir, eu faço o que gosto, assisto ao filme que quero e vou ao espetáculo que quero, não para impressionar os outros, pois não preciso, pois eu me acho uma pessoa especial e importante do Universo, não precisando provar isso a ninguém.

Esquemas táticos disse...

Blog simplesmente excelente! Essa do Cirque du Soleil... Troço chato da porra. O dono é milionário e será turista espacial. Aqui na minha cidade, estavam dando um desconto de R$ 100 pra quem comprasse antecipado. Eu pensei: "Cem reais de desconto? Quanto custa a entrada?"

Ludista disse...

E o Tholl como fica??? hauhauahuah classe - média baixa? por que é nacional?

Milton disse...

Crique du Soleil me lembrou o patrocinador, o Bradesco, que me lembrou que é um banco do povão (embora o povo não vá ver o Cirque du Soleil, é só para os clientes Bradesco Prime). Aí lembrei que povão rima com feijão e pensei nesta dica: você já viu alguém da classe média dizer que come/gosta de feijão?

Fábio Hideki Harano disse...

Olá!

Muito bom o blog! Estou lendo, gostando e recomendando bastante!

Sobre o Cirque du Soleil, é interessante notar que a entrada mais barata era de 50 reais e o Ministério da Cultura deu 9,4 milhões para o espetáculo Saltimbanco em 2006.

Pois é, mesmo com essa ajuda milionária do dinheiro público, a entrada mais barata custou uma onça!

Mas não há nenhum problema nisso. Porque a classe média é a que mais paga impostos, que devem ser usados nesses eventos culturais e artísticos com refino e classe.

Já os pobres não têm porque reclamar do fato de, mesmo com 9,4 milhões públicos, não terem 50 reais para ver o Cirque. Afinal, eles não pagam impostos mesmo! Esse dinheiro vem do duro trabalho da classe média, que sustenta o Estado, os pobres com suas bolsas e ainda tem que ouvir que é rica e elitista!

Fernando disse...

Caro, acho engraçado que pela maneira que todos escrevem, inclusos eu e você, não me parece que ninguém aqui não faça parte da tal de classe média tão odiada. Afinal, blogs não são exatamente ferramentas acessíveis a 95% da população.
Mesmo assim, várias pessoas abraçam esse seu tom sarcástico ao narrar acontecimentos do dia a dia de qualquer cidadão da maligna "classe média" com uma ótica de quem parece que simplesmente precisa de um abraço ou talvez de uma namorada.
Alguns dos textos até fazem sentido, mas a grande maioria são apenas devaneios de uma pessoa que odeia a sociedade, provavelmente é de esquerda e faz parte do nada seleto grupo de pessoas com a filosofia "Estão todos errados e ninguém está me ouvindo".
O excesso de julgamento de uma classe de grande população nada mais é do que uma defesa aos seus tristes fracassos. Pelo menos, pode-se ter certeza que o blog não é um deles. Digo isso em função do significativo aumento de pessoas que me mandam links para cá.
Será que se um dia o sucesso do blog atingir patamares por você não imaginados, você não fará parte das pessoas que formam a tal opinião da classe média?
Abs

Todavía no... disse...

hauhauhauahuahuahauhauhauha

Esse post me fez lembar que minha ex-sogra uma aprediz medio-classita foi ao Cirque du Soleil, lasca de divida, dividou no cartão em 12 vezes, ficou na última fila de cadeiras, mas no dia seguite esta se gabando de ter ido ao Cirque du Soleil. hauhauahuahauha

meu irmão não há nada mais brega que isso.

parabéns pelo blog!!!

Zabarov disse...

Cirque du Soleil?
zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz [ronc] zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz...

Girondino Wanabe disse...

Cirque di soleiu é fodástico (aprendi esse termo hoje, num comentário). Mas eu não vi no Brasil, vi em Vegas, quando fui fazer uma viagem para crescimento pessoal. O Mel Gibson estava lá, com a russa vagabunda.

Anônimo disse...

será possível? ricardo-gama.blogspot.com/2011/11/desespero-beltrame-quer-processar-o.html

Anônimo disse...

Ler os comentários da classe-média careta e consumista tentando justificar sua imbecilidade é uma das melhores coisas do blog. Ver diversão em um circo patrocinado pela Mastercard é mole não, hein, camarada!