sábado, 23 de maio de 2009

dica 015 - Correr

Se existe um esporte tipicamente médio-classista, é a Corrida. Ou melhor, "Running": "corrida" é o que faz o pobre atrás do ônibus. Quem é da Classe Média pratica é o "Running", ou seja, corre para se divertir, tirar a cabeça dos problemas da empresa, dar um tempo das crianças e manter a saúde.
O bom desse esporte, para o médio-classista, é não se misturar com quem não está no mesmo nível social. Afinal, pobre nenhum, que já corre o dia inteiro, vai querer se divertir com isso. E se aparentemente o "Running" parece ser um esporte barato, quando se analisa as minúcias, dá pra perceber que é bem caro. Tênis de R$500,00, treinador, academia, freqüencímetro, inscrição para corridas não mais baratas que R$50,00... Tudo isso garante que sua empregada não passará correndo por você e seu grupo de amigos, correndo o risco de alguém reconhecê-la e falar pra todo mundo que a sua empregada corre mais do que você.
Quanto ao desempenho, o que vale é participar. Normalmente as corridas preferidas são as de 5 e 10Km, que se pode correr sem muito comprometimento. Pode andar um pouco no meio do percurso, não tem problema. O que interessa é o final, lá na frente, com um monte de "gente bonita" reunida para desfilar os tênis e os equipamentos caros que vão matar os outros de inveja.
Já os poucos pobres que costumam participar destes eventos, não são motivo de preocupação do médio-classista. Enquanto este se arrasta até a linha de chegada com seu grupo de amigos "do mesmo nível social" (ou "equipe"), os pobres estão lá na frente componto o pódio.

14 comentários:

Harold T. Butcher disse...

Viva a crasse média!

Harold T. Butcher disse...

Não tem nada mais classe média do que fazer análise, comprar carro importado financiado em 70 meses, entrar para um grupo de pessoas de bem(ns) como Lions Club, Rotary, maçonaria, etc e eleger um boçal do tipo que contrata milhoes em iluminação pública para diminuir a criminalidade ao invés de investir em educação. Viva a crasse média! Viva a República do Paraná do Norte!

portrasdaslentes disse...

afinal, pra que ganhar uma corrida se você já é classe média?
humor negro: off
sensacional o blog bro... muito bom mesmo, parabéns pelas sacadas geniais!
abraço forte

brasil disse...

Já fui atleta, e passei uns anos sem participar de corridas de rua. Em 4 ou 5 anos, corridas simples e cheias de corredores pobres deram lugar às corridas lotadas de Ipod's na braçadeira e equipes das academias caras. E o que me deixou mais pasmo, nunca vi tanta menininha correndo. "Running" virou moda mesmo.
Cara, ótimo apanhado da classe média que vc está fazendo. Parabéns.

Daniel disse...

Melhor que "running" é dizer que adora praticar "jogging"... muito classe média!

Diego Viana disse...

Ia comentar o mesmo que o Daniel. Acho que eles usam mais "jogging" mesmo. Cronometram cada volta e tudo!

Adilson disse...

“Não é um sinal de saúde ser bem ajustado a uma sociedade profundamente doente”
- Jiddu Krishnamurti

Anônimo disse...

hahahahahahahahhaha...muito bom....

Maurício Caleiro disse...

I ran so much to be the first commenter, but those poor jerks got ahead of me. I'll drink some scotch with Lexotan...

Ou, em língua de pobre:
Corri tanto para ser o primeiro a comentar, mais esses manés pobres chegaram primeiro. Vou encher a cara e tomar uns calmantes de rico...

Anônimo disse...

Tem uma turminha aqui na minha cidade que se auto intitula de "runners", composta por todos os bem de vida: tem juíz, médico, engenheiro, dentista. Fazem várias excursões para acompanhar as corridas do mundo todo. A de NY é o must.
Mas ganhar a corrida é o de menos. O bonito da classe média é o fato de completar a prova. Todos uniformizados com camisetinhas dry fit patrocinadas por alguma empresa de médio porte que aprova o esporte como qualidade de vida.Na verdade um bom nome aos runners seria losers, já que ninguém nunca ganha porra nenhuma mesmo.

Anônimo disse...

Nossa, nunca vi um blog tão idiota em toda a minha vida.A diferença entre um balde de merda e seus pensamentos é exatamente o balde.
Consegue generalizar absolutamente tudo que está ao seu redor.
O cool dos pseudocomunistas é criticar tudo ao seu redor, absolutamente tudo.O objetivo final é conseguir com que tudo seja de acordo com seus pensamentos, longe dos ricos e da classe media fascistas.

Girondino Wanabe disse...

Me identifiquei demais, menos no nome da parada, que chamo de corrida mesmo... o resto uso tudo: tênis, frequencímetro, ipod, etc.
Estou atingindo os meus objetivos!
Viva a classe média!! Ou melhor:
Mídou clés rulez!
Hahahahahaha!!!

Anônimo disse...

O mais engraçado de quem critica a sociedade em que vive, pregando a desigualdade social, ou a derrocada do sistema em que vivemos é justamente pensar que ele esta correto em apenas "denunciar" aquilo que julga estar errado.
Em vez de dizer onde esta a merda, pq vc não vai limpa-la ja que tem lentes tão boas para compreender o ser humano?

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKK, MUITO BOM!!!!!!!